sábado, 30 de abril de 2011

Vinhetas

1. O saudoso prof. Antônio Furtado sabia muito português. Certo dia, uma aluna cumprimentou-a assim:
- Há tempos não lhe vejo!
- Nem a gramática...
- Como? A gramática?
- Sim, porque o verbo "ver" pede objeto direto; "Não o vejo."
Quando um amigo brincou com o mestre e lhe disse; "Deus lhe abençoe",ele acrescentou sarcasticamente;
- E a gramática... a gramática...
Noutro ensejo, um colega falou;
- Furtado, eu lhe aguardo aqui na porta do Excelsior.
- E a gramática, "seu" ignaro.
Nos dois últimos caso, como o leitor, os verbos são também transitivos diretos: "Deus o abençoe" e eu o aguardo. 



Fortaleza, sábado, 01 de dezembro de1984 
Jornal O POVO                                                        Itamar Espíndola

Vinhetas

1. "A AMIZADE é paciente. A amizade é benigna. A amizade não é ciumenta. Não se infla de  de orgulho. Não procura o próprio interesse. Não se irrita. Não explora a injustiça, não se compraz na verdade. A amizade tolera tudo. Tudo crê. Tudo espera. Tudo suporta. A amizade nunca decepciona".

Aumente a capacidade de dar-se, não espere compensação. Isto lhe enriquecerá o espírito. Quando fizer o bem, já estará renumerado pelo ato praticado. Não guarde retorno; do contrário, sofrerá decepção. Cristo curou dez leprosos, e só um voltou para agradecer-lhe.
2. TROVAS "Sobe, porém não esqueças / dos amigos, na subida. Amanhã talvez tu desças, / e alguém te ampare à descida".
Fortaleza, sábado , 16 de junho de 1984
Jornal O POVO                                            Itamar Espíndola 

Vinhetas

1. CONVERSEI com uma amiga , falando-lhe sobre a experiência, a grande mestra da vida. Ela gostou do assunto, e me pediu reduzisse a escrito minha aprendizagem neste setor. Registro então as normas úteis pertinentes. Podem servir de auxílio aos outros.

a) Não insista longo tempo na procura de um objeto perdido. Em virtude da preocupação e do dissabor gerados pela perda ocorrida, você dificilmente o encontrará logo. Passa por ele várias vezes, e não o verá. Peça a outra pessoa para fazer a busca ou realiza essa tarefa mais tarde ou noutro dia. Será então mais fácil encontrá-lo.

b) Quando um objeto pequeno cair de suas mãos, acompanhe-o, olhando o caminho por ele percorrido. Isto leva-lo-á a ver o lugar onde ficou.

c) Tenha sempre a chave dupla de sua casa, carro ou gaveta. A certeza de possuí-la afasta a impaciência e o aborrecimento quando houver perda de uma. Porém mande confeccionar outra, com brevidade no mesmo dia.

d) Não dê conselho, salvo se lhe for solicitado. De regra, as pessoas reagem às orientações não pedidas. Não gostam da interferência alheia, julgam-se capazes de dirigir-se.

e) Não queira saber de segredos. Se o próprio dono dele passou-o a você, fa-lo-á a outras pessoas nas quais confia. Quando o segredo for divulgado, você estará na lista dos suspeitos como inconvenientes, não reservados.

f) Jamais diga a outrem: "Não lhe disse? Você não quis ouvir...e aí está o resultado..."Quem erra nas decisões assumidas não gosta de ser admoestado.

h) Quando telefonar, use expressão desta espécie: Por gentileza, poderia chamar a Dra. Mônica Campos Hanson? Aqui está falando Glauca Ferrer Dias Martins." Em geral, quem atende a telefonema, mesmo estando irritado, abranda quando se lhe pede favor, usando frases amáveis. E evitará e indagação costumará: "Quem quer falar com ele?"

i) Se você não tem vocação para humorista, não conte anedota. É uma decepção para o "anedotista" e para os ouvintes. Mas, caso seja vocacionado para o mister, aproveite um fato/adequado para dizer a anedota. Não relate sem propósito.

j) Na conversa, não procure ser o centro das atenções. Sobretudo falando demasiadamente. Dê oportunidade aos demais participantes.

l) Não seja palmatória do mundo, criticando tudo e apontando as falhas alheias. Examine-se, veja os seus defeitos e os corrija. Tornar-se-á pessoa estimada e servirá de exemplo aos outros, em proveito de um mando melhor.

m) Não discuta assuntos de religião. A opção pelo caminho religioso é problema de cada um, questão de foro íntimo.

n) Não interrompa o interlocutor. É indelicadeza, falta de educação. Ouvindo atenciosamente o outro, você se prepara para as respostas e argumentos adequados.

o) Não se amarre no relato das coisas  já ocorridas. As demais pessoas não se interessam por eventos com outrem, no passado. Goze o presente e anteveja as coisas boas do futuro.

p) Aos primeiros sinais de doença, vá ao médico. É a melhor forma de eliminá-la, menos prejudicial à saúde e o bolso.

q) Se você  teve a iniciativa de fazer a ligação telefônica, cabe-lhe o desligamento respectivo. Quem a recebeu não deve dar por encerrada a conversa. Cometeria ato de desapreço.

r) Não empreste livro, salvo se estiver disposto a perdê-lo. Aires de Monlalbo disse certa vez: "Tal é a sorte mesquinha, de todo livro emprestado: ou para sempre se perde, ou volta deteriorado."

s) Quando estiver  realizando uma tarefa, nela concentre-se, para obter maior rendimento. Pensar em muitas ao mesmo tempo perturba a perfeição do trabalho.

t)Após escrever um trabalho, nunca o leia logo. Faça-o horas depois ou, melhor, no outro dia. A leitura imediata dificulta descobrir os erros cometidos, porque a mente se encontra nas mesmas condições da ocasião da feitura da tarefa.

Publicado em: 18 de março de 1984
Jornal O POVO                                                
                                                                      Itamar Espíndola

Serra da Meruoca

Bonita por natureza
Vista da cidade de Meruoca


Serra da Meruoca, cheia de encantos mil! Seu clima, seus atrativos naturais e culturais, seu povo acolhedor, atraem visitantes e enche de orgulho seus habitantes.


Suas origens remontam aos primeiros anos do Século,quando habitantes provindos de outras regiões aí se estabeleceram e se organizaram em termos de povoação.

Meruoca localiza-se a 251 km de Fortaleza e com altitude de 670 m acima do nível do mar. Faz divisa com Coreaú, Massapê, Alcântaras e Sobral.

Sua elevação de Município ocorreu conforme a Lei nº 2.090, de 13 de novembro de 1885. Suprimido, segundo Lei nº 1.794, de 09 de outubro de 1920, e restaurado na forma de Lei nº1.153, de 22 de novembro de 1951.

Seu nome de origem indígena, quer dizer: "Casa das Moscas" de meru, mosca, e de oca, casa, em suas antigas origens podia se ver muita mosca e também muitas ocas de nossos primeiros habitantes.


Eventos Culturais

A festa da padroeira, Nossa Senhora da Conceição que acontece de 28 de novembro a 08 de dezembro. Nesse período de festa a cidade se movimenta, com a presença de turistas e filhos de meruoquenses que reservam a data para prestigiar os eventos religiosos e rever, parentes e amigos.

Igreja Matriz da Meruoca. Os valores culturais devem ser preservados como forma de atrações para os visitantes
Igreja Matriz -  Nossa Senhora da Conceição


                
Atrativos naturais e esportivos

A Serra é conhecida por sua beleza natural. Não há quem não se encante por seus Sítios Turísticos, Cachoeiras, Queda d'água, Bicas, Piscinas Naturais e suas Trilhas. O lugar é bastante propício para Esporte de Aventura; Saltos de Asa Delta, Rapel, Bicicross, Arvorismo...


Curvas da estrada de Meruoca - Sobral

Bica Bom Jesus

Pedra do Bocão

Transporte de água

 Riacho Itacacanha

       
Sítio Pinto


Açude do Quebra

Pedra do Cavalo


Vôo de Asa Delta

Bicicross

Arvorismo, um dos esportes de ventura que mais cresce na serra

Rapel

Aclive da Serra


                               Túnel natural formado por bambus

Cachoeira Buraco da Velha

Cachoeira no Sítio Sales

Açude do Sabiá

Bica, no Sítio São Daniel

Sitio Jenipapo

Sitio Santo Antônio dos Camilos

Cachoeira dos Pic

Rampa do Vôo Livre

Morro do Ligeiro - Sítio Santo Elias
                              
                                                 Cachoeira Véu de Noiva
     
Casa de farinha no Sítio Monte



CRUZ DA ROMANA
 
  

Todos os anos, no segundo fim de semana de setembro, milhares de devotos católicos, se dirigem ao Sítio São Brás em romaria em homenagem à escrava Romana, com uma festa tradicionalmente realizada há 150 anos. Para chegar ao Santuário da Santa Cruz, o fiel segue um caminho de 365 degrau encontrando-se no percurso estátuas em tamanho real que contam a história da Via-Sacra de Jesus Cristo. No local, está preservado o primeiro oratório dedicado a Romana.

Construído em 1912, além da Cruz que originou a devoção, eram colocados objetos de devotos.



A história da devoção é peculiar, começou ainda no final do século XVIII, quando uma escrava foi morta e torturada pelo seu dono. Tendo feito votos de castidade ,Romana foi perseguida pelo filho de seu dono .A vida da heroína terminou tragicamente : por não ceder aos caprichos do filho do patrão, ela foi amarrada e açoitada no tronco, torturada até a morte. No local onde teria sido morta, foi colocada uma cruz: a da Romana. Foi assim que nasceu uma das maiores romarias da Serra da Meruoca.

                                  Santuário da Escrava Romana














Interior do Santuário






Início dos 365 Degraus do Santuário e os Apóstolos, representação da Via-Sacra de Jesus Cristo









Jesus sepultado









Jesus ressuscita dos mortos






Cruz da Romana








Hotéis e Pousadas




















































Imagens diversas













Cine Meruoca









Capela de São Francisco - Distrito de Palestina do Norte













Sítio Boa Tia







Sítio São Paulo - Casa da tia Conceição








Siriguela






Cajueiro






Jaqueira









Estrada florida da serra






Pé de Café






Mais flores na estrada




Fauna
























Artesanato




































APA Serra da Meruoca





A criação da Área de Proteção Ambiental (APA), abrange os Municípios de Meruoca, Massapê, Alcântaras e Sobral. O projeto regulamenta a conservação de uma área de mais de 600 hectares, proíbe a captura de espécies raras, o uso de inseticidas e fertilizantes irregulares e a retirada de areia e também de material rochoso das encostas e bacias e dos rios da região. O objetivo da APA é garantir qualidade de vida para a população, conservação de florestas, renascentes e proteger os recursos hídricos, a fauna e a flora silvestres.


A Serra da Meruoca é tudo isso e muito mais!